segunda-feira, 5 de março de 2012

A ultima barreira



A época do Benfica jogava-se em cinco jogos : os duelos com o Zenit, as deslocações a Guimarães e a Coimbra e a recepção ao FC Porto.

A primeira mão em São Petersburgo foi o inicio do descalabro que culminou com a derrota em pleno Estádio da Luz e assim pode ter hipotecado as aspirações para o titulo.

Amanhâ o Benfica joga uma cartada importante e parte em desvantagem. Este Zenit também partia em vantagem no jogo com o FCP e conseguiu saber sofrer durante 90 minutos. Amanhâ na Luz a atitude dos russos vai ser a mesma, mas a do Benfica é que tem de ser substancialmente diferente. Espera-se uma equipa de ataque, mas que este seja organizado e eficaz. Jogar com a cabeça e não com o coração, principalmente se as coisas não correrem bem na primeira parte.

Os encarnados jogam o seu futuro externo mas também interno no jogo da Champions. Uma derrota pode ser fatal para o resto da campeonato, enquanto que uma vitória pode dar um novo folego na Liga, já que este FCP de Vitor Pereira ainda vai tombar em alguns campos complicados.

Sem comentários:

Enviar um comentário